Thompson Flores participa de comemoração dos 70 anos da criação do Estado de Israel

O presidente do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4), desembargador federal Carlos Eduardo Thompson Flores, participou na noite de 28/11, em Porto Alegre, do evento que celebrou os 70 anos da criação do Estado de Israel, promovido pela Federação Israelita do Rio Grande do Sul (FIRS) A noite relembrou a aprovação do Plano de Partilha da Palestina, ocorrida em sessão da Organização das Nações Unidas (ONU), presidida pelo diplomata gaúcho Osvaldo Aranha, no ano de 1947. “Estamos festejando um momento extremamente importante para toda a comunidade judaica, que deu início ao processo de criação do nosso Estado de Israel”, destacou o presidente da Federação Israelita do RS, Zalmir Chwartzmann. Entre as autoridades presentes no jantar estava, o embaixador de Israel no Brasil, Yossi Shelley. O diplomata frisou que após quase 70 anos da criação, Israel é uma nação forte, reconhecida pelo seu desenvolvimento na agricultura, ciência, tecnologia e nanotecnologia. Além disso, Shelley discursou sobre o espírito empreendedor dos judeus, dizendo que é preciso continuar trabalhando para unir cada vez mais a comunidade de Israel com o Brasil. Para o governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, a constituição do Estado de Israel é fruto de toda a luta e capacidade do povo judeu de se unir e promover a integração social nos lugares onde passa. “É uma nação moderna, mas que nunca perde suas origens. Neste momento de travessia em que vivemos no Estado e no país, o apoio dessa comunidade, que passou por tantas adversidades, nos motiva para que possamos seguir firmes e fortes olhando sempre para o futuro”, exaltou Sartori. Uma homenagem ao legado de Osvaldo Aranha foi entregue para seus familiares, Zenia e Eduardo Aranha. Na sequência, o presidente da Confederação Israelita do Brasil (Conib), Fernando Lottenberg, ressaltou a importância do diplomata para a história do povo judaico. “Temos certeza de que Aranha ficaria orgulhoso com o Estado que foi criado”, disse. Também presente no evento, o prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Jr., enfatizou os princípios e valores da comunidade judaica. “Que a nossa cidade possa absorver e aprender com este povo que conseguiu superar tantas dificuldades, talvez uma palavra que os defina bem seja resiliência”, destacou. A cerimônia teve ainda a presença do representante da presidência da Assembleia Legislativa, o deputado Marcel Van Hattem, do senador Lasier Martins, do representante da presidência da Câmara Municipal, o vereador Valter Nagelstein, do cônsul-geral de Israel em São Paulo, Dori Goren, e da cônsul-geral dos Estados Unidos, Julia Harlan. Partilha da Palestina Após a II Guerra Mundial, a Coroa Britânica, mandatária da região desde 1920, decidiu sair da então Palestina devido aos conflitos entre árabes e judeus, solicitando à ONU uma decisão sobre o território. Em 1947, uma comissão especial (UNSCOP), composta por delegados de 11 países, visitou a região e reconheceu a necessidade da criação de dois estados, um árabe e outro judeu, economicamente unidos, tendo Jerusalém como enclave internacionalizado. Nos meses seguintes, estudos e negociações foram realizados para definir com precisão a pisão geográfica do território. A ideia foi aceita pela liderança judaica e veementemente negada pela árabe. Na noite de 29 de novembro de 1947, em assembleia presidida por Osvaldo Aranha no plenário das Nações Unidas em Nova Iorque, a Resolução 181 foi aprovada por 33 votos a favor, 13 contra e 10 abstenções. A sessão plenária foi transmitida pelas rádios do mundo inteiro e acompanhada com atenção pelas comunidades judaicas de todo o mundo. Na palestina, enquanto os judeus comemoravam seu direito à autodeterminação, a população árabe e os países vizinhos lançavam uma campanha de negação à determinação da ONU, gerando uma espiral de violência que resultou na chamada Guerra de Independência e a criação oficial do Estado de Israel em 14 de maio de 1948. Com informações da Assessoria de Comunicação da Federação Israelita do Rio Grande do Sul.
30/11/2017 (00:00)
© 2017 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Visitas no site:  17604